Festa da Salsicha

ROGEN, Seth; OUTROS. 2016.

Um filme nem de longe tão engraçado quanto poderia ter sido, mas redimido pela valentia de seu tema central.

Em se tratando de explorar a profanidade para transmitir uma mensagem relevante com humor, “Festa da Salsicha” é mais bem sucedido naquela do que nesta característica. No segundo ato, especialmente, trata-se de um filme tedioso, e não há nada de inovador na grosseria de seu roteiro (incluo aqui o infame desfecho), assim como não há nada de intimidante em uma criança que aprende seu primeiro palavrão. Tal mediocridade, todavia, é compensada pela energia do primeiro e terceiro atos e pelo surpreendente tema que a obra escolhe abordar; há algo de heroico e inteligente, ainda que nada de revolucionário, na construção de sua crítica, e o roteiro sabe administrar muito bem as expectativas do público para que este acompanhe a história até sua conclusão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s