Krampus: O Terror do Natal

DOUGHERTY, Michael. 2015.

Compreende muito bem o horror à la “Gremlins” em que se inspira, embora o ritmo e os monstros fracos o impeçam de voar mais alto.

Esta é uma produção sábia e auto-consciente, o que leva a uma surpreendente segurança na condução do próprio tom e construção das suas personagens – todas maravilhosamente odiosas no início e muito dignas de pena no final. É também difícil não respeitar um filme que se vale quase exclusivamente de bonecos reais e truques analógicos para trazer seus monstros à vida, mesmo que as técnicas sejam por vezes muito óbvias e pouco convincentes. Além da condução extremamente morosa do segundo ato, porém, são os monstros o verdadeiro calcanhar-de-Aquiles aqui, nunca assustadores ou misteriosos ou cômicos o bastante para gerarem tensão e se marcarem no consciente do espectador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s