De Palma

BAUMBACH, Noah; PALTROW, Jake. 2015.

No sentido de contar uma história com os mínimos recursos possíveis, este filme é um milagre.

Um homem velho, rico, parcialmente calvo e gordo contando sua história de vida e carreira. Nada mais. Nenhum outro entrevistado, nenhum enquadramento alternativo, nenhuma montagem além das cenas de vários filmes intercaladas com a entrevista do indivíduo no mesmo quadro, na mesma posição. Como algo tão frugal como “De Palma” consegue evitar a chatice e ser um filme empolgante, quase genial, então, me escapa à compreensão. É quase mágica o que este documentário faz com tão pouco, e, julgando-o apenas pela essência do gênero, é certo que sua conquista está quase no patamar das obras-primas – embora as transições imperfeitas que ele faz de uma obra à outra do cineasta sejam uma falha considerável e bem perceptível.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s